Menos de 24h após serem notificados para deixar área, famílias já ocupam novo local

Grupo já ocupa nova área em Batayporã / Imagens: Luis Gustavo/Jornal da Nova

Conforme o Jornal da Nova já havia anunciado, menos de 24 horas após receberem uma notificação judicial para deixar a área ocupada, as famílias sem teto de Batayporã se transferiram para um novo local, também pertencente ao município.

Desde as primeiras horas desta quarta-feira (15), as 68 famílias iniciaram a montagem de seus barracos num terreno situado próximo ao Estádio Municipal, há cerca de 2km de onde estavam acampados, na rua Elpídio Lucas Arantes.

 

A nova ocupação foi necessária devido a decisão da juíza Melyna Machado Mescouto Fialho, que determinou, por meio de liminar, um prazo de 48 horas para a desocupação pacífica da área anteriormente ocupada.

 

Segundo informou Mariluce Lima Palharin, o grupo não quer um confronto direto com o governo municipal e nem tão pouco com a polícia.  Por isso, atendeu a determinação e buscou um novo terreno para estender seus barracos. “Aqui não tem bandido, somos famílias que só querem um lugar para morar. A gente não tem para onde ir e nem como pagar aluguel. Queremos um terreno, um teto, qualquer coisa em que a gente possa morar”, explica a mulher, que é uma das responsáveis pelo movimento.

 

 

Mesmo sabendo que correm o risco de serem obrigados a se retirar dessa área municipal, a responsável avisa que não vai desistir até o município se sensibilizar e, finalmente, anunciar uma política habitacional para as famílias mais carentes. “Vamos ocupar quantas áreas forem necessárias até o poder público atender nossa reivindicação. É triste para um pai ou uma mãe de família não ter um lugar para viver. Esta área que ocupamos tem sido usado para depósito de entulho, enquanto que a Prefeitura poderia nos doar para construir a nossa casinha”, alega Mariluce. *Jornal da Nova

 

 

Galeria de Imagens / Imagens: Luis Gustavo/Jornal da Nova


Fonte: Jornal da Nova

Recomende nosso site

Ouça ao Vivo