Condutor que atropelou e matou mulheres será julgado nesta sexta-feira (17) em Nova Andradina

Acácio Gomes - Redação Nova News

Imagem: Reprodução/TJ-MS

De acordo com publicação do diário do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), Odenir Rodrigues dos Santos, acusado de atropelar a causar a morte de duas mulheres na cidade de Nova Andradina, no dia 01 de novembro de 2015, irá a júri nesta sexta-feira, dia 17 de fevereiro de 2017, às 13h. Durante esta semana, um banner com a foto das vítimas e com frases que remetem a segurança e paz no trânsito circulou pelas redes sociais.

 

No dia do fato, por volta das 21h, um acidente de trânsito envolvendo uma motocicleta Honda Biz e uma caminhonete Silverado deixou duas pessoas mortas na rodovia MS-134, próximo ao Centro de Diagnóstico de Câncer de Nova Andradina. Roselene Temóteo Nascimento, de 44 anos, e sua filha, Máyra Temóteo Carvalho, de 20 anos, morreram no local.

 

Imagem: Arquivo/Redes Sociais

Nesta semana, um banner com a imagem das vítimas circulou nas redes sociais como um protesto por mais segurança no trânsito (Imagem: Reprodução)

Na época, de acordo com os levantamentos feitos pela reportagem do Nova News, as vítimas seguiam na motocicleta Honda Biz com placa de Santópolis do Aguapeí (SP), pela MS-134, sentido Nova Andradina ao Bairro Jardim Universitário, onde residiam, quando foram atingidas pela GM Silverado, com placas de Nova Andradina, que estaria seguindo sentido Nova Casa Verde a Nova Andradina. A hipótese é de que o motorista da caminhonete tenha invadido a pista contrária e colidido de frente coma a Biz. 

 

O ponto de colisão foi a cerca de 300 metros da entrada do Bairro Jardim Universitário. Após o choque, o condutor da Silverado perdeu o controle da direção, arrastou a moto por mais de trinta metros e saiu da pista. Com o forte impacto, as ocupantes da moto foram arremessadas ao solo e morreram na hora. Os corpos ficaram na pista e o trânsito foi interditado. O motorista do veículo deixou o local.

 

Os corpos das duas vítimas foram trasladados para o Estado de São Paulo no final da tarde de segunda-feira (02). Elas foram veladas até por volta das 18h, em Nova Andradina, quando seus corpos seguiram para a cidade de Santópolis do Aguapeí (SP), onde seriam velados e sepultados na manhã de terça-feira (03).

 

Imagem: Arquivo/Nova News 

Durante os levantamentos, a polícia identificou o condutor da caminhonete como sendo Odenir Rodrigues dos Santos, que se apresentou na 1ª Delegacia de Polícia no dia 05 de novembro de 2015. Segundo o delegado regional de Nova Andradina, André Luiz Novelli, Odenir Rodrigues contou que as vítimas estariam realizando uma manobra para terem acesso no Bairro Jardim Universitário e, na tentativa de desviar da motocicleta, ele teria perdido o controle do veículo.

 

No depoimento, questionado se ele estava sob efeito de álcool, o homem admitiu que ingeriu bebida alcoólica durante o dia, inclusive em um bar localizado às margens da rodovia MS-134, na região de um assentamento, no entanto, o acusado contou que a quantidade de bebida ingerida por ele foi muito pequena e não seria o suficiente para comprometer seus sentidos. O homem prestou depoimento e foi liberado em seguida.

 

Com a conclusão do inquérito, o caso foi encaminhado aos cuidados do Ministério Público Estadual (MPE-MS) que, por sua vez, ofereceu denúncia ao Poder Judiciário da Comarca de Nova Andradina, que definiu a realização do júri para este dia 17 de fevereiro.

 

Imagem: Arquivo/Nova News

Outro acidente

 

Cerca de sete meses após o acidente que resultou na morte de Roselene Temóteo Nascimento e Máyra Temóteo Carvalho, o mesmo condutor se envolveu em outro acidente de trânsito no dia 05 de junho de 2016. 

 

Dessa vez, o homem seguia conduzindo um Uno pela MS-134, sentido à cidade de Nova Andradina, quando, na entrada do Assentamento Angico, um veículo Fiat Pálio, que seguia na direção contrária, conduzido por uma mulher, realizou uma conversão à direita para ter acesso ao assentamento, quando acabou sendo atingido pelo Uno.

 

Imagem: Arquivo/Nova News

O choque se concentrou na parte lateral traseira do Pálio. Ambos os condutores sofreram ferimentos. O Corpo de Bombeiros foi acionado e compareceu no local. O homem sofreu um ferimento na cabeça e reclamava de dores na cervical. Ele foi atendido e encaminhado para o Hospital Regional Francisco Dantas Maniçoba, de Nova Andradina. Já a mulher, aparentemente bem, se negou a receber os primeiros socorros.

De acordo com populares, o condutor do Uno apresentava um forte odor etílico.

 

Naquela ocasião, em contato com a Polícia Civil de Nova Andradina, a reportagem do Nova News foi informada de que essa ocorrência seria anexada ao inquérito da morte da mãe e filha, atropeladas pelo mesmo condutor. 


Fonte: Nova News

Recomende nosso site

Ouça ao Vivo