Quatro décadas de ensino e muito orgulho de Mato Grosso do Sul

A incerteza sobre o futuro de Mato Grosso do Sul, quando foi criado em 1977, povoava o pensamento da população. A professora aposentada Noêmia Gonzales, 65 anos, era uma das pessoas que temia o que estava por vir, mas não deixou que isso a paralisasse. Junto com o nascimento do novo Estado ela começou a lecionar Língua Portuguesa na cidade de Paranaíba e em 2017, com alegria, comemora 40 anos de profissão.

Ela conta que assumiu o cargo poucos dias antes, no início de outubro de 1977. Na  Escola Estadual José Garcia Leal, localizado no município que fica a 407 km de Campo Grande, ela iniciou e terminou sua carreira. De la para cá, conta viu o avanço e a evolução do Estado.

Na época não havia concurso. Noêmia foi efetivada no cargo e lembra que muita coisa mudou de lá para cá. “Não existiam rodovias. Lembro que fui para Campo Grande fazer um curso uma vez e fomos de trem. Demorava muito. Hoje em dia saímos daqui e chegamos antes do almoço”, relata.

*Reportagem completa de Leandro Abreu está na edição de hoje do Correio do Estado.


Fonte: Correio do Estado

Recomende nosso site

Ouça ao Vivo